Boa Viagem!

December 21, 2016 § Leave a comment

A gente vai viajar para Florida amanhã. Depois Florida a genta vai viajar ao México. Nós vamos dirigir oito horas até Florida. Quando chegamos em Florida nós vamos ficar com meu pai em a casa dele. Ele mora em Ocala, uma cidade no centro do estado. Por que ele decidiu morar em Florida mas não perto da litoral? Não sei. Os homems na minha familia não é muito inteligente. Eu amo meu pai, mas as vezes eu pergunto as escolhas dele. Nós vamos ficar lá para umas noites. Tambem, nós vamos acampar na paque nacional perto da casa dele. Eu acho nós vamos fumar maconha e nadar nas fontes naturais lá. Todas as sites eu vi que descreve as fontes perto da casa dele mostra agua azul e muito claro. As fontes quentes traz manatees (eu tento traduzir esse….“peixes-boi”? kkkk, soa estranho, talvez náo é certo). Se nós somos com sorte, a gente vai nadar com essas animais estranhas! Que legal! Buscar para “Ocala national Forest” ver o que eu estou falando sobre!

Na dia da Natal a gente vai viajar ao México. Nós chegaremos em Cancún primeiro, então nós vamos visitar Chichen itza. Ficaremos na cidade de Piste, Yucatan. Depois Piste a gente vai ficar nas cidades de Playa del Carmen e Cozumel. Eu vou postar uns fotos do nossa viagem aqui quando chegamos em Carolina do Norte.

The Sad Reality Of Politics

December 12, 2016 § Leave a comment

The recent news about the alleged Russian hack of the American presidential election is being talked about endlessly in the press. Right now, there seems to be a pretty clear divide between two parties. First, people who are questioning the validity of “journalism” which is based upon information provided by anonymous CIA sources. And a second group, which is using the news to justify what they already wanted to be true. Namely, that the Russians were the reason Hillary Clinton lost the white house.

But if we take a step back and look at the big picture some obvious and sad realities become clear. In particular, the American people are retarded. Regardless of which of the two aforementioned camps one falls into there is an implicit assumption that the American people could be, and possibly were, duped into choosing their next president.

There’s really no positive way of looking at this election in that sense. Because every possibility makes the American people look like a grumbling herd of cattle unaware of what’s happening in their own god damn country.

Regardless of whether the leaked documents were “hacked” by Russian agents or not, the fact remains that they changed the outcome of the election and certainly helped give Donald Trump the presidency. Forget the fact that the people of the United States chose to vote for a reality TV star because they were given (potentially) strategic information which was (allegedly) disseminated in order to sway the outcome of the election. The most important fact is that American people not only didn’t know basic facts about how incredibly rigged their political system is, but went running for the first charlatan that they could once they were presented with inconvenient information.

And this process repeats itself again and again, in nation after nation. The idea that, if indeed the Russians did hack the election, it was done as a retaliation for Clinton’s long history of meddling in Russian affairs, is incredibly believable. It’s damn near obvious. Even if we eventually discover that the Russian’s did release documents to affect the outcome of the American presidential elections it only highlights the sad reality that the common people as a whole are stupid, tribal, and impressionable.

Fuck.

 

Sobre Larissa: O amor da minha vida

December 8, 2016 § Leave a comment

Estou ainda tentando melhorar meu português toda dia. Acho que ecrevendo tinha me ajudado, então eu vou continuar escrevendo. Antes de agora eu só falava sobre indo ao Brasil. E  é claro que amo Brasil, e estou ainda ansioso ir para o Brasil. Mas talvez estaria mais interessante escrever sobre agluma coisa outra?

Eu vou falar sobre alguém amo muito: Larissa. Eu vou dizer umas coisas que eu amo sobre ela. Esperançosamente esse vai melhorar meu português mas tambem me deixa falar sobre umas das minhas coisas favoritas.

Primeiro: A bunda dela. Não, bunda não é suficiente. Ela tem uma bundão. Eu gosto do jeito move quando ela caminha. E quando ela usa seu bikini…aii gatinha! Eu quero chupar a buceta dela e a bunda dela! Eu amo os bikinis das brasilieras, mas eu amo bikini dela mais que outros. Por que? Porque eu sei o que é dentro. Que me lembra de alguma coisa outra que eu amo sobre ela:

A buceta dela. É muito apertado, e parece perfeito. Ela tem o que chamamos em inglês uma “fat pussy”. É perfeito para fodendo, especialmente “hard fucking”. É claro meu conhecimento de sexual slang em português não é bom. kkkk

Último, a comida dela. Somos vegetarianos e ela pode cozinhar muito bem. Quando ela faz arroz…uau. Eu não posso fazer arroz como o arroz dela. Umas das coisas melhores na vida é fodendo Larissa e comendo a comida dela depois. Meu deus, que gostoso!

É claro que meu português não é bom, mas eu gosto de aprendendo. Tambem, eu amo culutura brasiliera e o idioma de português. Eu sei que sou louco. Esse não é informação novo para mim. Mas as vezes acho que a idioma de português aparece expressar meus pensamentos e (especialmente) meus sentimentos mais precisamente que inglês. Se eu sente como esse antes de estudando só tres ou quatro meses, estou ansioso ver como eu vou sentir em um ano ou cinco anos. Muitas coisas pode mudar, mas eu sei que eu tenho encontrado uma mulher e um idioma que eu amo. Vida é boa.

Where Am I?

You are currently viewing the archives for December, 2016 at The Liberty Minded Individual.